Inbound Marketing: Desafios e Oportunidades Em 2019

Inbound Marketing: Desafios e Oportunidades Em 2019

No final do dia, todos nós entramos em um post compartilhado na internet por uma empresa que é interessante para nós. Ou entramos em um site e clicamos no link de um banner que nos encorajou a mudar de decisão para conseguir uma economia importante em um determinado produto. O Inbound Marketing tornou-se o mais comum método utilizado por especialistas de marketing digital nos últimos tempos, especialmente para quem é especializado em conteúdo. É preciso que o profissional da área esteja atento aos desafios e oportunidades.

Marketing tradicional x Inbound Marketing

O marketing é uma disciplina em constante mudança que evolui à medida que a tecnologia avança. Nos últimos anos, passamos de um marketing tradicional baseado na busca de clientes potenciais para outro que tenta fazê-los se apaixonar pelo valor construído pela marca. Ou seja, enquanto as técnicas tradicionais enviam informações e publicidade para possíveis usuários indiscriminadamente, o segundo tenta atraí-los por meio de um conteúdo de qualidade.

O marketing tradicional, que geralmente persegue o consumidor em potencial, usa o que, em termos acadêmicos, é chamado de técnicas de push. São estratégias agressivas de propaganda e promoção nas quais o público recebe informações indiscriminadamente. As técnicas inerentes ao Inbound Marketing, por outro lado, são conhecidas como pull.

Pontos positivos no tradicional

Visibilidade e mais pessoas alcançadas
As técnicas tradicionais, normalmente, utilizam ferramentas e mídias de massa. E mesmo em locais sem internet, as ações ainda acontecem e mais pessoas podem ser alcançadas por meio da TV, anúncios impressos ou rádio.

– Realidade
A impressão que se tem é que com o marketing tradicional é possível “sentir” as ações de forma mais real e tangível. Muitos públicos ainda preferem confiar em um anúncio impresso ou em outros meios tradicionais, como a televisão.

Bônus: Se as ações de marketing na rua gerarem buzz, elas ainda podem migrar para a internet. A repercussão pode ser assunto de sites, redes sociais e aplicativos de mensagens.

Pontos positivos no Inbound Marketing

O marketing digital tem se firmado como uma estratégia acessível para a pequena e a grande empresa. Com o uso do Inbound Marketing, as vantagens são inúmeras, mas estes destaques a seguir são alguns dos pontos que fazem empresários e profissionais escolherem focar nas ações digitais:

– Poder de segmentação de público
As ações em sites, redes sociais, blogs, por exemplo, permitem especificar qual o tipo de público se quer atingir. Para exemplificar, tem-se a estratégia para um produto na área de moda feminina, na qual o interessante é produzir conteúdo para as plataformas mais acessadas por mulheres. Ainda é possível, com as ferramentas de publicidade paga, escolher idade e horário de visibilidade do conteúdo nas redes sociais.

– Avaliação de resultados mensuráveis
Os relatórios de desempenho são realizados para que os dados colhidos sejam analisados no planejamento de Inbound Marketing. É possível perceber onde é mais ou menos eficaz e acertar com mais sucesso ao analisar dados como a quantidade de compartilhamentos de um post, acessos a um blog, ou avaliar qualitativamente comportamentos de navegação do usuário em um site.  Com isso, é possível definir onde a equipe de marketing pode concentrar suas ações.

– Rapidez
Seja pelo fato de publicar conteúdo a qualquer momento ou pelo consumidor realizar compras em qualquer minuto, a rapidez é um dos pontos positivos quando se quer analisar os resultados de Inbound Marketing. Isso otimiza o processo de vendas da empresa.

Importante mencionar que um dos pontos mais relevantes no Inbound Marketing é o menor custo de aquisição de clientes em relação às estratégias no marketing tradicional. Nem sempre as empresas possuem investimentos acessíveis em estratégias como um anúncio de TV no horário nobre.

Finalmente, o que é Inbound Marketing?

Quando falamos de Inbound não nos referimos apenas a uma disciplina específica. É uma metodologia que reúne diferentes técnicas de marketing para atrair potenciais clientes ao nosso site e comprar nossos produtos.  Elas são projetadas para provocar um interesse no cliente em potencial para vir ao nosso site e se interessar em nossos produtos. É por isso que ele também é conhecido como marketing de atração.

As etapas no Inbound

A estratégia no marketing de atração deve seguir com foco em eficácia e em como o relacionamento com o público evolui em cada momento. Em cada uma das etapas, existe a regra de agir com atenção ao que deve ser produzido e como deve ser conduzido.  São elas: atração, conversão, venda e fidelização.

1. Fase de atração

Consiste na criação de conteúdo de boa qualidade otimizada de acordo com mecanismos como o SEO (Search Engine Optimization ou otimização para mecanismos de busca) e publicidade através das redes sociais, blogs e/ou links patrocinados. O foco desta primeira fase é levar nossa mensagem ao público em geral, especialmente àqueles consumidores que estão interessados ​​no que vendemos.

O objetivo desse primeiro passo é atingido quando o público segue nosso link, seja através de redes sociais, banners ou posts de blog.

A maior vantagem é que, a partir desta etapa, cria-se um público mais engajado e interessado no produto porque chegou nele por meio de conteúdo anteriormente qualificado.  É um potencial comprador que precisa receber a devida atenção em uma próxima etapa.

Master em Inbound Marketing.

2. Fase de Conversão

É onde entra em ação a equipe de marketing digital de uma empresa. Depois que os clientes em potencial seguirem o link para nosso endereço que fornecemos na primeira fase, eles chegarão à chamada página de destino. Estas são as páginas de boas-vindas que uma empresa gera para apresentar seu produto e nas quais é essencial que apareça um formulário de registro perfeitamente indicado. O objetivo desta segunda fase é obter leads, isto é, cadastro de pessoas e empresas interessadas em um determinado produto ou serviço. Estas são informações colhidas de possíveis consumidores interessados ​​no serviço que oferecemos e que nos ajudam a criar um banco de dados interessante.

Existem algumas estratégias e ferramentas que podem ser utilizadas nesta etapa. Muitas empresas especializadas oferecem softwares de gestão e de geração de leads. Outro ponto importante é utilizar uma criação de oferta para obter as informações do público. Oferecer teste gratuito de um software ou download de graça de e-books de um assunto específico são alguns dos exemplos mais utilizados nestas ações.

3. Fase de venda

As informações pessoais recebidas por meio de leads na fase de conversão são gerenciadas por meio de um grande banco de dados, que pode ser gerenciado por meio de um CRM (Customer Relationship Management ou Gestão de Relacionamento com o Cliente). O CRM é a ferramenta perfeita para se relacionar com o público em potencial e tem relevância direta com o marketing, vendas e suporte.

A partir deste momento, o processo de vendas começa. Ou seja, o tempo para fazer com que um cliente em potencial faça sua primeira compra. Para fazer isso, você pode executar campanhas de e-mail marketing, segmentar públicos para diferentes parâmetros ou contratar uma equipe de vendas para fazer contato com diferentes usuários

Nesta fase, podemos chamar o que acontece de aceleração no processo de compra. Os meios mais utilizados também são os softwares de automação de marketing e lead nurting (nutrição de leads).

É aqui que também ocorre a avaliação e monitoramento do comportamento do consumidor. Nesta etapa, é preciso entender e respeitar a fase no processo de compra do cliente em potencial e criar conteúdos mais assertivos e atraentes. É preciso ficar atento, também, nas taxas e dados obtidos com o monitoramento em posts, quantidade de abertura de e-mails e cliques, para que a equipe possa focar seu esforço e técnicas de venda de maneira mais eficiente.

Master em Inbound Marketing.

4. Fase de fidelização

Se o objetivo é atrair, o sucesso vem com uma boa estratégia de fidelização. Uma vez alcançada a primeira compra, é hora de construir essa lealdade do cliente através do envio de campanhas promocionais regulares, ofertas e descontos especiais para utilizadores frequentes. Nesta fase também acontece o lead nurting, nutrição de leads por meio de envios de conteúdos qualificados.

É importante não abusar destes tipos de técnicas, pois elas podem acabar incomodando os usuários e gerando o efeito oposto ao desejado. Ou seja, não seja como um spam para o seu público.

Todas essas etapas devem ser monitoradas e gerenciadas com respeito à fase do processo de compra do consumidor em potencial. Este tipo de atitude contribui na redução de custo por cliente e na eficácia na hora de definir os esforços das equipes.

Master em Inbound Marketing.

Por que você deve ser um profissional especializado em Inbound Marketing

O profissional com especialização em Inbound Marketing possui a expertise e a empatia de estar sempre se colocando no lugar dos públicos. Para isso, ele constrói conteúdos e estratégias com base no que sua audiência quer. Também é importante manter-se atualizado nas tendências em marketing digital.

O Inbound Marketing busca fazer com que usuários passivos ou clientes potenciais de uma empresa se tornem ativos. O objetivo é atingido quando, após a conclusão das três primeiras fases da metodologia, um cliente em potencial faz sua primeira compra.

Depois disso, é importante fazer com que o usuário ativo se torne um prosumer, aquele cliente fiel e habitual que pensa favoravelmente sobre nossa marca, serviço ou produto nas redes sociais. Por isso, ter conhecimento é ter mais clareza na hora de aplicar o planejamento de Marketing Digital.

Ter conhecimento é fundamental

O Inbound Marketing, portanto, é outra maneira de obter a venda de um produto. A diferença com o marketing tradicional é que suas técnicas são menos agressivas e mais segmentadas do público-alvo. Sejam os cursos Master em Inbound Marketing, especializações, eventos e debates em grupos na área, os profissionais do setor já estão sendo treinados para aprender essas novas técnicas, que representam o futuro do marketing de longo prazo.

 

 

 

Minicurso Gratuito Por E-mail Revela

Como Se Tornar Um Afiliado que Vende em 6 Dias.

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Mundo dos Afiliados
Mundo dos Afiliados

Me Chamo Luana , sou formada em Superior Tecnólogo, 31 anos, trabalhando full-time como afiliada desde 2016. Esse blog nasceu da vontade de ajudar os iniciantes do marketing de afiliados de forma completa e verdadeira, sem que precise investir em cursos caros o tempo inteiro. Tudo que um afiliado precisa saber sera encontrado aqui!

    0 Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *